Educação. Oi?

segunda-feira, agosto 02, 2010


Nesse texto serei rápido, afinal, educação ou a falta dela é algo que cada um passa todos os dias na pele e por isso nem preciso me alongar muito. Sem contar que os bons modos são diferentes para cada um, como pratica, quanto, e a educação que lhe satisfaz. Porém creio que aquelas todas pessoas de bom senso que tem uma educação nem primordial, mas primata de ser, já que se você ensinar para um papagaio dar um bom dia, ele vai falar, concordará no que vou dizer e nos exemplos que vou dar.

Bom, gosto que as pessoas falem corretamente, mas não exijo isso, pois conhecimento nem todos tem, ou se tem, não tem o talento para expor em suas palavras ditas. Mas como disse, educação nem é primodial, mas é primata, é tão o início de tudo que é algo que nem tem que se exigir. Tem que ser natural.

Tem que ser natural, mas infelizmente não é assim, como vários conceitos que estão ficando vagos nessa tal modernidade. Falta de educação é o que vejo cada vez mais, e quando você está trabalhando, essa visualização da realidade é mais assustadora.

Pessoas que pedem informação ou vão falar contigo sem dar um "bom dia", ou até dizem, mas nem dizem "obrigado" ao final de uma atenção sua dada a ela. Pessoas que do nada te interrompem grosseiramente no meio de uma conversa com outra pessoa, logo perguntando como se você fosse feito só para aquilo, sem um simples "com licença" ou "desculpe interromper". Pessoas que parecem que vivem numa gaiola dado a coverdia e burrice de te cutucar em vez de dizer um "oi". Pessoas que nem te respondem com simples um sorriso a sua educação...

Pessoas que desarrumam tudo que veem quase que falando, mentalmente: "tem quem arrume mesmo...". O que me faz pensar que é o tipo de pobre que quer um empregado sem pagar. Atitude que desmente na hora o lema "o cliente sempre tem razão". O sempre é muita coisa, o certo de dar razão é depois de vir a educação!

Hoje vi em uma revista: "Deus está morrendo? Teólogos e estudiosos discutem a necessidade da presença dele nos tempos modernos", isso em 1971!. Para mim Deus é desnecessário, mas como já disse aqui no blog, respeito quem acredita. O que defendo é que, necessário mesmo são aqueles bons modos das antigas e quadradas pessoas de saia ou chapéu, do até mais simples e famigerado de jogar lixo no lixo.

A educação sim, com a modernidade parece que está morrendo aos poucos. Com a falta de educação, Deus fica inútil, e quem acredita fica hipócrita perto da falta dela.

"Calar um idiota é falta de educação, mas deixá-lo falar é tortura."

Postado por André Prado
Estudante de publicidade, formado em nerdices em geral, pós graduado em Netflix, e phD em piadas idiotas. Gasto dinheiro em comida e com livros que não tenho tempo pra ler.

Você pode curtir também

0 comentários