Motivos pelos quais os homens nunca vão entender as mulheres

terça-feira, agosto 10, 2010


Se você coloca sua mulher num pedestal e tenta protegê-la do resto do mundo, você é um porco chauvinista.

Se você fica em casa e faz todo o trabalho doméstico, você é uma bixona.

Se você trabalha demais, nunca há tempo para ela.

Se você trabalha pouco, você é um vagabundo que não presta para nada.

Se ela tem um trabalho chato e mal-pago, é exploração.

Se você tem um trabalho chato e mal-pago, você tem que mexer o traseiro e encontrar alguma coisa melhor.

Se você recebe uma promoção antes dela, é favorecimento.

Se ela consegue uma promoção antes de você, são oportunidades iguais.

Se você diz como ela está bonita, é assédio sexual.

Se fica quieto, é indiferença masculina.

Se você chora, é boiola.

Se não chora, é um insensível.

Se você bate nela, é violência contra a mulher.

Se ela bate em você, é auto-defesa.

Se você toma uma decisão sem consultá-la, você é um machista.

Se ela toma uma decisão sem consultar você, ela é uma mulher moderna.

Se você pede para ela fazer alguma coisa que ela não gosta,é dominação.

Se ela pede para você fazer alguma coisa que não gosta, é um favor.

Se você adora as formas de um corpo feminino e suas roupas íntimas, você é um pervertido.

Se não gosta, é bicha.

Se você gosta que uma mulher depile suas pernas e mantenha-se em forma, você é sexista.

Se não gosta, você não é romântico.

Se você tenta se manter em forma, você é vaidoso.

Se não, é um preguiçoso.

Se você compra flores para ela, você quer alguma coisa.

Se não compra, você não é criativo.

Se você se orgulha de suas conquistas, é um metido.

Se não, você não é ambicioso.

Se ela tem uma dor-de-cabeça, ela está cansada.

Se você tem, você não a ama mais.

Se você quer sempre, você só pensa em sexo.

Se quer pouco, deve haver outra.

Via Cogumelo Louco

Postado por André Prado
Estudante de publicidade, formado em nerdices em geral, pós graduado em Netflix, e phD em piadas idiotas. Gasto dinheiro em comida e com livros que não tenho tempo pra ler.

Você pode curtir também

0 comentários