A festa da "hamburgesia" podre

domingo, setembro 26, 2010

Entendeu o título?


Ah, não vi o VMB (felizmente). E além, de escrever isto bem depois do final do mundo evento, o escrevo sem ter visto na televisão. Mas acho que nem se precisa, porque as atrocidades previstas ali são aquelas que nos atormentam o ano inteiro. Assim, blindado, sabendo do final dos tempos, preferi nem ficar na tv, tanto que atualmente ela só serve a mim para ver mau futebol e minhas séries preferidas (House e Supernatural).

Ah não, vi um pedacinho porque minha mãe deixou no canal no fim da noite, o pedacinho final do "Artista do Ano" que a fez proferir a frase rindo: "Restart? Não! Quem são eles?". É, foi em unissono apocaliptico que a frase foi dita pelo queima-filme Neymar: "O Artista do Ano é... Restart!"

Mas a melhor frase pro momento foi aquela de quem estava ao lado, Danilo Gentili: "Nunca pensei em dizer Restart pra alguém com mais de 14 anos"

Ohhhh, foi anunciado o nome deles pela quinta vez e vaias foram ouvidas do palco forçando aos diretores abaixarem o volume ambiente de vergonha.

Vejam esse momento que quase me fez sair pelo bairro pra recolher giletes.


Porra. Se aquele desocupado cara que gosta de ir numa premiação musical não gosta daquilo quê vê, e sabe  o que vai ver ali, o que foi fazer pessoalmente no VMB? Talvez para ver o Marcelo Adnet? Então vá para a puta que pariu ver o Zenas Improvisadas.

Enfim. Premiações assim refletem seriamente o andamento de nossa música brasileira, e a mente dos populares julgadores, o que me faz pensar que logo estaremos morando em árvores e esfregando pedras lascadas. E é uma existência sem sentido dessas premiações, porque não há nenhum filtro musical julgador, ninguém entendido, nada. São apenas votos, nem de telefone, mas de internet, de fãs clubes de totais retardados de 8 a 12 anos chamados "Família Restart". Os mesmos que votam em zé manés de almeida nesses Reality Show que vemos por aí e atiram o sorvete na testa.

Sério, essa geração colorida e feliz, ironicamente, me faz sentir falta do emo. Tem como piorar? Isso pode Arnaldo?

A MTV foi feita para ditar a música, aliás o vídeo-clipe foi feito para ditar a música, lembram que tinha os clipes do Fantastico? Ah Cid Moreira com aquela voz cadavérica dizendo "agora com vocês. Dio". Acho que era o clipe do "We Rock" (nem achei o vídeo...). Bons tempos.

Agora temos MTV em que dentro do top 10, nove são Black. Que dentro dos clipes atuais só se tem notícia de Lady Gaga, Restart, Justin Bieber. Onde as suas principais estrelas são os apresentadores/humoristas Marcelo Adnet, Dani Calabresa, Bento Ribeiro... Cadê aqueles que entendiam de música apresentando um canal de música? Gastão, Sabrina, Cuca, Astrid, etc. Cazé e Marina Person agonizam dessa geração.

E a música de hoje? Sério. Qual será o futuro de tudo que vemos hoje? Há potencial de alguma coisa permanecer por anos? E nem entro no mérito de ser ruim ou bom.

Há sentido de alguém fazer uma banda esperando que seu fim seje morgando nos banheiros alheios, em vez de perpetuarem algo com aquilo que escreveram e tocaram? Cadê os nossos Renatos Russos? Falando nele, o Capital Inicial, sobrevivente dos anos 80, agoniza no VMB mesmo tendo ressucitado e reciclado seu público nos ultimos tempos, o que esperar? O fim?

Acho que o Restart é o Menudos rock de hoje em dia.

Bom, talvez essas tosqueiras sejam uma mensagem subliminar da própria MTV que é: "Ria e ria muito". Por isso o principal chamariz da emissora é o talentoso Adnet.

É uma piada de tão grande tristeza e ódio que isso reflete, e me faz gritar: "corram para as montanhas, ah, inclusive Tiririca será eleito". Oh Deus!

Essa geração atual deve ser gravada e veículada no futuro - e será, como auto-ajuda para aqueles futuros necessitados, para eles sentirem melhor e mais sábios. Acho que serve pra mim também.

"Pô, vejo TV e me sinto superior".

Postado por André Prado
Estudante de publicidade, formado em nerdices em geral, pós graduado em Netflix, e phD em piadas idiotas. Gasto dinheiro em comida e com livros que não tenho tempo pra ler.

Você pode curtir também

1 comentários

  1. As vezes me pergunto, fico preocupada agora com essa geração ou a q esta nascendo e crescendo em meio sei lah como chamar... 'isso', imagine um mundo colorido, com pessoas retardadas... essa palavra.. eu sei é pesada mas... essas pessoas nao demonstram ter algum tipo de massa cinzenta... talvez tenha massa colorida no lugar do cerebro... no final... isso tudo é algo lamentavel...

    ResponderExcluir