O maior fracasso da humanidade

quarta-feira, novembro 24, 2010


O ato de abdicar de uma decisão nossa e apenas nossa, aceitar o fato inevitável e saber disso tanto quanto espera por causa de sua razão, e sentimentos calados pelos sintomas. Porém, apesar do fato que próprio consumou, é necessário criar algum tipo de esperança vaga de um futuro melhor, um propósito além para sua vida - talvez nefasta - porque deixou de fazer muita coisa e se arrepende. Tudo fugindo de sua responsabilidade de criar seu próprio destino, duro em vida, duro na morte.

Ato de creditar suas conquistas a algo além d'ele mesmo em favor de uma esperança de propósito - um círculo vicioso. Abdicar de seu restante livre arbítrio de uma liberdade enganosa e vaga. Creditando seu amadurecimento construído em cada decisão por menos importante que seja, logo, construindo suas conquistas e vida melhor em favor de uma crença em qualquer coisa e sentimento, que amanhã, o mesmo se esquecerá diante da alegria da sua própria conquista egoísta.

O maior fracasso de qualquer crença é sua hipocrisia de admitir que sua crença seja tão evoluída a ponto de si própria ser questionada por seres de dentro e fora dela, entretanto, não a ponto de ser discutida na prática. Melhor ou pior? Sempre a melhor, e defendida com unhas e dentes, assim, estragada pelo homem. Que deixa apenas de filosofar, mas defender uma verdade absoluta, aquela que se chama Deus.

Caminhos da vida são tortuosos porque a própria vida é feita de escolhas, e nós mesmo a deixamos cada vez mais tortuosa. O homem só será, quando se "deixar levar" por ele mesmo, só será, quando assumir suas responsabilidades como homem que ele é.

O maior fracasso da humanidade não é acreditar em algo. Mas deixar de duvidar de tudo.

Postado por André Prado
Estudante de publicidade, formado em nerdices em geral, pós graduado em Netflix, e phD em piadas idiotas. Gasto dinheiro em comida e com livros que não tenho tempo pra ler.

Você pode curtir também

0 comentários