Emendemos o Natal!

domingo, dezembro 12, 2010


E ai mano, tá ligado no laço do presente? (cof) Que tal, inspirado no "enlaço" dele, emendar o Natal?

Chegamos a 12 de dezembro... Tá, isso não é nada, fora estar parecendo um diário eu dizendo assim.

Estamos nos aproximando do Natal e da data mais importante, do meu aniversário. Pro meu azar e de quem comemora seu aniversário em dezembro, ganharemos apenas um presente. Que Papai Noel é esse? A foto abaixo é para representar minhas satisfação com isso.

Who fuck is this guy?


Malditos judaicos mesquinho-comunistas!!!

(...)

Enfim, o Natal para quem não sabe comemora o chifre de Maria em José nascimento de Jesus a 2 mil anos atrás, 2 mil e dez para ser preciso. E fico pensando na urgência que existe em comemorar tal data, em entrar no tal "espírito de Natal".

Bom, não tenho nada contra a esse tal espírito como disse aqui ano passado, na verdade é o contrário, acho que esse espírito dignifica o Natal como data e esse espírito deve permanecer ao longo do ano inteiro. É um espírito que dignifica o ser humano a sua convivência. Mas a urgência que critico, é logo no meio de novembro já começar tudo, árvores pipocarem, o vermelho capitalista do Papai Noel se espalhar, enfeites começarem a aparecer nos prédios, e etc.

Em 2012 minha érvore de Natal estará assim.

Deduzo que, como o Brasil é um país preguiçoso, o nosso povo começa a comemorar o Natal já bem antes e desmonta a árvore em janeiro, no Dia de Reis - obs: leia-se, seis dias após a ressaca ter passado, pois ninguém liga para esse dia. A Monarquia acabou mesmo.

Entre os preparativos estão inclusos aproveitar a placa de "Boas Festas" do ano passado - tem um restaurante de classe alta perto do meu trabalho que fez isso, que dirá os ônibus que circulam na minha cidade, e comprar os cartões de Natal mais baratos. Se esses vierem pelo correio de um instituto onde tem crianças deficientes que pintam com os pés, melhor ainda! Raros pagam algum centavo. Só doam sua cota para o Criança Esperança porque tem o Didi e a Xuxa e porque pedem durante meses nos comercias e no JN. Teleton? Quem liga para isso? Só vale a hora que está passando o Silvio quebrado Santos no final.

Daqui a alguns anos, talvez, as pessoas resolvam nunca desmontar o pinheiro - eu penso que devam adotar esse costume logo. Pois pense, é fácil emendar o Natal com outras datas, afinal, brasileiro emenda tudo mesmo.

No Carnaval podem enfeitar o pinheiro com restos de alegorias, além de uns bom pandeiros debaixo da árvore em vez dos presentinhos. Na Páscoa decoraríamos a árvore com pedaços de chocolate (ah chocolate) e debaixo da árvore colocaríamos os ovos (...) de chocolate - coisa que não daria muito certo. Na Independência emendando com a Proclamação e o dia da Bandeira, a decoração seria com bandeiras brasileiras do tamanho daquelas do Baked Potato, com enfeites afim de aproveitar o verde da árvore, e debaixo dela os hinos brasileiros das respectivas datas - coisa que ninguém lembra... Vê a utilidade?

E daí chegaríamos ao Natal de novo.

Para que desmontar a árvore? Saciemos nossa preguiça. E quando não tiver comemoração de nada coloque a árvore no Sol.

Ixi, em fevereiro ela estará morta, brasileiro adora carnaval... assim como aquela dieta que você prometeu pra sua santa no ano novo, estará morta na páscoa.

Postado por André Prado
Estudante de publicidade, formado em nerdices em geral, pós graduado em Netflix, e phD em piadas idiotas. Gasto dinheiro em comida e com livros que não tenho tempo pra ler.

Você pode curtir também

0 comentários