RIP Chico

sexta-feira, março 23, 2012

Humorista, ator, radialista, narrador, escritor, pintor, radialista, diretor... Chico Anysio era um daqueles artistas que não precisou morrer para todos perceberem que ele era realmente foda no que fazia, talvez um dos poucos restantes de pessoas que tinham aquela... finesse, diria classe. Mais do que um homem "multitarefas", era um exemplo. Hoje, são só homenagens, não só apenas lembranças ou citações da carreira. É alguém que marcou a vida daqueles todos que gostam de um bom humorista, talvez o mestre de todos. O humor fica mais sem graça hoje, e vai ficar amanhã também, depois e depois. Pois como ele dizia: "Ninguém e insubstituível, já o humorista não."


Num país que soube há pouco tempo o que era stand-up (terror daqueles que praticam a vida politicamente correta), Chico aqui mostra como se faz, lá nos idos do fim dos anos 60.


Uma pequena homenagem.

Postado por André Prado
Estudante de publicidade, formado em nerdices em geral, pós graduado em Netflix, e phD em piadas idiotas. Gasto dinheiro em comida e com livros que não tenho tempo pra ler.

Você pode curtir também

0 comentários