Resenha CD: Kataklysm - Heaven's Venom

domingo, maio 06, 2012

Nunca fui muito fã de Death Metal. Não que o estilo em si seja ruim. Mas o fato de o gutural ser algumas vezes incompreensível e as batidas da bateria serem extremamente rápidas e preguiçosas, por muitas vezes até desconexas com a música, incomodam num todo e acabo assim não vendo a musicalidade que poderia ver, já que os riffs são por muitas vezes poderosos.

É como o metal melódico incomoda com tudo na velocidade da luz e o black metal incomoda naquela "trevosidade" absurda de mostrar que é do mal. Nesses casos acabo preferindo algo mais progressivo, como o Opeth, ou algo mais melódico como o Dark Tranquillity, por mesclarem a agressividade com algo mais trabalhado, em outras palavras sem preguiça nos blast-beats da bateria e sem vocais incompreensíveis. Deu pra entender?

Entretanto ouvindo e conhecendo melhor Kataklysm esses dias, acabei mudando um pouco minha opinião de ouvir um som mais extremo sem perguntar "o que é isso?". Músicas bem trabalhadas e um som matador resumem "Heaven's Venom", o álbum mais recente do quinteto canadense.

Dificil é dar destaques aqui pois "Heaven's Venom" é muito homogêneo, mas talvez aquela que chama mais a atenção é a single "Push The Venom", poucas músicas dão um tesão como aquela dá, faixa "foderástica". Outras pedradas na orelha são a abertura com "A Souless God", a pra estourar as caixas do som "Faith Made Of Shrapnel", e a mais moderna "Numb Of Intoxicated".

Um dos maiores méritos aqui da banda é se reinventar em cada música, com uma estrutura mais trabalhada passeando pelo thrash e até pelo heavy, mas sem deixar de lado a agressividade contida em seu death. E só notar a bateria sem aquela simplicidade do bumbo marcando tempo por 90% da faixa, e o peso e a sujeira empregado nas guitarras; é praticamente um soco na cara. Fora, claro, os vocais de Maurizio Iacono que são matadores.

Outro destaque é a arte da capa que com toda certeza faz jus ao disco. Já estou separando um dinheiro pra comprar uma camiseta com essa capa.

O álbum é de 2010, mas foi lançado aqui no Brasil em 2011 pela Laser Company, e é recomendadíssimo pra quem procura algo extremo pra bater sua cabeça e chutar a porta de casa. Corra atrás pois vale a pena!

Tracklist

1. A Soulless God
2. Determined (Vows of Vengeance)
3. Faith Made of Shrapnel
4. Push the Venom
5. Hail the Renegade
6. As the Wall Collapses
7. Numb and Intoxicated
8. At the Edge of the World
9. Suicide River
10. Blind Saviour

Postado por André Prado
Estudante de publicidade, formado em nerdices em geral, pós graduado em Netflix, e phD em piadas idiotas. Gasto dinheiro em comida e com livros que não tenho tempo pra ler.

Você pode curtir também

0 comentários