Resenha DVD: Led Zeppelin - Celebration Day

domingo, novembro 25, 2012

Inovadora e com um som pesado orientado pelo blues-rock, hard rock, e até heavy metal, misturando mitologia, misticismo e outros gêneros como world music e folk (principalmente britânicos) ao seu som; os quatro membros de Londres: Robert Plant, Jimmy Page, John Paul-Jones e John Bonham, foram responsáveis pela banda que estabeleceu o som real do que chamamos de rock n' roll e até transcendendo um gênero musical definido. O Led Zeppelin foi, e ainda é, a banda de rock n’roll definitiva, acabando por estabelecer o formato dominante para o classic rock, assim como o real som do gênero. Essa não é só uma opinião minha, como a de qualquer fã de rock, o verdadeiro.

Finalmente temos em mãos a apresentação realizada na O2 Arena em 2007. Passaram-se cinco longos anos dessa longa agonia, e de lá pra cá viajaram pela internet bootlegs e vídeos, todos de má qualidade, do mais que concorrido show da banda. Só me estranha o fato de ter-se guardado tão bem a informação de que tinham câmeras suficientes pra gravar um bom DVD lá, já que fã que se preze iria vazar essa toda e qualquer informação sobre o show, mas isso é o de menos. Surpresas são boas, não?! 

Agora temos o material que faz jus a essa apresentação histórica e magnífica, com a edição bem feita e o som nota 10 captando todo o peso da banda, podendo ter a real sensação do que foi e sempre será essa banda que praticamente sedimentou isso que chamamos de rock n' roll. Tanto que fiz questão de assim que chegou em casa o meu pack do CD e DVD do "Celebration Day" já abrir e colocar pra tocar! (risos)

Essa única apresentação foi uma homenagem e agradecimento ao fundador Ahmet Ertegun da primeira e única gravadora da banda, Atlantic, da qual permaneceram até seu fim em 1980, mas penso que essa terceira reunião após o fim foi também a John Bonham. Jason aliás, seu filho, passou a apresentação visivelmente emocionado, e com certeza principalmente pra ele, fez sua maior apresentação segurando das baquetas. O guitarrista Jimmy Page ao final da "Kashmir" fez o gesto que sintetiza justamente o que estou dizendo, sorrindo e passando a mão na cabeça de Jason como se dissesse: "muito bem, cara". 

Ao final com "Kashmir", e o bis "Whola Lotta Love" e "Rock n' Roll", com os integrantes cobertos por sorrisos nos seus rostos e presenciando lágrimas dos fãs que estavam ali, pudemos ter a real noção de o quanto eles se sentiam realizados por estar ali, tal qual como se estivessem sentindo novamente aquele espírito que tinham no palco com John Bonham. Era como se fosse aquela sensação de realização de um trabalho bem feito, mas encerrado ali. É a despedida, e penso que pela história construída, alguém coberto por glória deve despedir-se da forma mais digna: "por cima".

Se esse fim depois de ver uma "chance" plausível de volta é ruim? Claro, afinal como fã queria ver os meus heróis no palco, assim como um Pink Floyd e um Pantera. Mas também sei que isso não é necessariamente preciso, ainda mais porque um integrante se foi de forma trágica (ainda mais se falamos de Pantera). Porém, mesmo com esse desejo de fã, sei também que há o tempo de se despedir, há o que chamamos de "o canto do cisne" de uma obra que chega a ser intocável. Portanto, devemos agradecer a todos os cinco que estavam ali. Plant, Page, Paul-Jones, Jason e John (e sim, ele estava ali).

O Led Zeppelin era uma banda além do seu tempo, é além do nosso. Se no futebol temos o Pelé - e sobre perfeição o seu nome virou adjetivo com o tempo - o Led Zeppelin é o Pelé do rock n' roll. E mais difícil do que criticar, é encerrando uma resenha não falando da banda como um fã rasgando elogios aos ventos. 

Integrantes:

Jason Bonham – bateria, percussão, backing vocals em "Good Times Bad Times" e "Misty Mountain Hop"
John Paul Jones – baixo e teclado
Jimmy Page – guitarra e produção
Robert Plant – vocais, gaita em "Nobody's Fault But Mine", e tamborim em "In My Time of Dying"

Tracklist:

"Good Times Bad Times" 3:12
"Ramble On" 5:45
"Black Dog" 5:53
"In My Time of Dying" 11:11
"For Your Life" 6:40
"Trampled Under Foot" 6:20
"Nobody's Fault But Mine" 6:44
"No Quarter" 9:22
"Since I've Been Loving You" 7:52
"Dazed and Confused" 11:44
"Stairway to Heaven" 8:49
"The Song Remains the Same" 5:47
"Misty Mountain Hop" 5:08
"Kashmir" 9:07
"Whole Lotta Love" 7:26
"Rock and Roll" 4:35

Postado por André Prado
Estudante de publicidade, formado em nerdices em geral, pós graduado em Netflix, e phD em piadas idiotas. Gasto dinheiro em comida e com livros que não tenho tempo pra ler.

Você pode curtir também

0 comentários