Explicações e satisfações - Eu voltei!


Como diria o filósofo grego Heráclito:

"Paremos de indagar o que o futuro nos reserva e recebamos como um presente o que quer que nos traga o dia de hoje."

Estava vendo a data da minha última postagem aqui no blog e ela data do dia 28 do mês retrasado, portanto já se passaram dois longos meses. Pois é senhoras, senhores e afins; eu voltei - e agora pra ficar com internet de 35MB. Então ao mesmo tempo que torço pra não ter dor de cabeça com o serviço de fibra da TIM, pensei que antes de voltar ao ritmo de postagens normais, seria bom se devesse uma certa explicação pela minha ausência do Descafeinado.

Se você assina a fan-page do blog no Facebook, percebeu que nas últimas postagens eu procurava deixar-lhes a par do que vinha acontecendo. Não era a primeira vez que estava mudando de apartamento, mas essa era a primeira vez em que iria mudar de endereço para caminhar com minhas próprias pernas.

Nos últimos meses por problemas de relacionamento com minha família (infelizmente mãe), me vi obrigado a além de colocar dinheiro em casa, aos poucos aprender a finalmente ser uma pessoa adulta. Cozinhar, passar camisas, limpar a casa... enfim, tais coisas que mais cedo ou mais tarde as pessoas tem que aprender; o que lamento é da maneira que foi. Mas isso é entrar num lado muito pessoal, e o Descafeinado não é diário.

Em setembro eu resolvi lentamente empacotar minhas coisas e deixar o computador de lado, afinal, me via com a mente muito cheia de problemas pessoais e muito distante pra poder postar algo de pura vontade aqui no blog. Sendo assim, ele acabou ficando no estaleiro. Mas no meio de setembro finalmente aconteceu a tão esperada mudança e vinha se realizando um antigo desejo, através do meu próprio esforço. Não mudei pra muito longe da minha antiga casa, mas foi o suficiente pra sofrer um pouquinho. Tanto pelo lugar em si - mais simples -, como pelo fato de o prédio não ter elevador.

Mudanças são sempre difíceis, ainda mais mudança de vida.

Hoje me encontro em uma república com dois velhos amigos de infância, dividindo contas, risadas e apuros pra comprar as mais simples coisas. Cada minuto e cada gota de suor andam valendo a pena. Tais risadas tornam tudo mais simples. É impressionante como cada centavo gasto tem outro valor quando é comprado algo especialmente para você, e falo de sanduicheiras a pufes. E apesar de todas as dificuldades, inclusive de ainda não ter geladeira nem sofá aqui no momento, essa nova responsabilidade adquirida me trouxe de volta o ânimo pra poder não só sair da simplicidade de um Candy Crush, mas como voltar ao ritmo normal de cuidar de um blog.

Começa um novo mês, começa uma nova vida e uma nova era no Descafeinado. Obviamente que não mudou a mente por trás do blog, mas já me sinto num "nirvana" diferente de ler num ambiente silencioso na minha cama desarrumada, onde ninguém a arruma cinco minutos depois sem saber se vou voltar pra debaixo das cobertas.

LOL

Estudante de publicidade, formado em nerdices em geral, pós graduado em Netflix, e phD em piadas idiotas. Gasto dinheiro em comida e com livros que não tenho tempo pra ler.

Voltando
Next Post »
Comentários
0 Comentários
0 Comentários