Resenha CD: Newsted - Heavy Metal Music

Sendo impossível não citar a dita cuja, Jason Newsted é pra mim o grande desfalque no Metallica. Tenho consciência do que Cliff Burton representou e do que seu baixo era na música dda banda, portanto quero deixar bem claro de que não comparo habilidades no baixo que os dois tocam/tocaram, mas sim no impacto da geração que vivi.

Assim como Pelé e Maradona, muitos elegem o Pelé o melhor, mas o Maradona acaba sendo o melhor jogador que ele pôde assistir ou vivenciar; é exatamente assim com Cliff e Newsted respectivamente. Um era mais técnico e outro mais carismático. Acredito até que não tinha alguém que curtia mais o som do Metallica que o próprio Jason, e isso sem citar os seus backing vocals fodásticos que ele imortalizou através dos shows da banda. Em contrapartida, sendo "sufocado" no ...And Justice For All e tendo pouca oportunidade de trabalhar na veia mais thrash do Metallica, já que anos depois vinham a dupla Load e Reload.

Por babaquice de seus líderes Lars e James e parte porque Jason estava com saco cheio, ele deixou a banda no início de 2001. O Metallica seguiu seu curso e Newsted "sumiu". Claro que ele participou de alguns projetos com outros músicos como Devin Townsend e Andreas Kisser, participação no último álbum do Voivod, e no reality show Rock Star Supernova, em que formava um supergrupo com Gilby Clarke (ex-Guns N' Roses) e Tommy Lee (ex-Motley Crue). Mas isso no distante 2006.

Desde então ouvi pouco falar de Jason Newsted. Foi que então o baixista reapareceu no começo desse ano com uma banda nomeada com seu sobrenome e formada por Jesus Mendez Jr na bateria e Jessie Farsworth na guitarra, dando vida ao bom e irregular EP simplesmente intitulado "Metal". Em entrevistas Jason meio que justificou sua ausência por uma operação nos dois ombros, o que o impossibilitou por um bom tempo de se meter em música.

Apesar de irregular e até feito numa garagem, mostrando ainda uma banda quase embrionária, o EP tinha ótimas qualidades. Passou-se o tempo e... o que faz uma "polida" não?! Em julho o EP "Metal" ganhou um Heavy no nome e um Music só para decorar, e a banda de Newsted ganhou definitivamente o conceito de melhores do ano, sem dúvida alguma.

Para começo de conversa "Heavy Metal Music" é exatamente o que o álbum nos entrega, algo pesado e direto, como um soco na cara de briga de rua. Fazer um arroz com feijão apesar de simples, é sempre uma boa pedida para matar a fome, além de ser nutritivo. Para fazer heavy metal também não é preciso muito. Nos tempos de hoje ser simples acaba sendo a alma do negócio e no meio de tantas bandas de qualidade e outras não, essa simplicidade falta muitas vezes.

De um álbum do Jason Newsted, como um ex-integrante do Metallica se espera um thrash metal, e na verdade era o que imaginava de primeira. Mas aqui Jason e sua trupe fazem exatamente como mostraram no EP, só que a diferença é que todos cresceram coletivamente e o resultado foi pra lá de bom.

A abertura vigorosa com "Heroic Dose" com riffs sujos e cheios de poeira, mostra que tem muita coisa boa por vir. Jason aliás andou cantando muito aqui nesse debut. Rouco, raivoso na medida certa. Claramente seus vocais são inspirados nos seus ídolos, assim como muitas de suas músicas. Exemplos são as ótimas "...As The Crow Files" que traz muito dos anos 80 e muito do heavy alemão. "Ampossible" é carregado de hard rock e os vocais e a pegada no refrão lembram muito o que Chris Boltendhal e o Grave Digger já fizeram. "Long time Dead" é carregado da velocidade de um Motorhead dos bons tempos.

"Above All" foi lançado como single e tem uma pegada mais arrastada, simples, cativante e bem tipicamente de bar. Já o outro single "Soldierhead" é basicamente o oposto, com bateria rápida,  uma pegada tipicamente Metallica, é um ótimo cartão de visitas para quem ainda duvidava do poder da banda de Newsted lá pela terceira faixa. "Nocturnus" (uma das melhores faixas do álbum) vem carregada de um pesado doom ao melhor estilo Black Sabbath, enquanto "Kindevillusion" de refrão pegajoso honra o tal heavy metal que intitula o debut.

Sujo, empolgante e cheirando a poeira de uma boa loja de vinis, "Heavy Metal Music" foi feito com suor de músicos com sangue nos olhos. Não dá apontar alguma faixa ruim no disco. Quanto mais você escuta, mais vontade dá de apertar o repeat.

Seja você fã ou não de Jason Newsted, tem que se dar o braço a torcer. "Heavy Metal Music" é um dos melhores do ano sem dúvidas.

Tracklist:

1. Heroic Dose
2. Soldierhead
3. ...As the Crow Flies
4. Ampossible
5. Long Time Dead
6. Above All
7. King of the Underdogs
8. Nocturnus
9. Twisted Tail of the Comet
10. Kindevillusion
11. Futureality

Estudante de publicidade, formado em nerdices em geral, pós graduado em Netflix, e phD em piadas idiotas. Gasto dinheiro em comida e com livros que não tenho tempo pra ler.

Voltando
Next Post »
Comentários
0 Comentários
0 Comentários