Resenha CD: Antimatter - Leaving Eden

De origem britânica, a banda de rock progressivo Antimatter, foi formada em 1998 pela dupla Mick Moss e Duncan Peterson, apresentando trabalhos de linhas melancólicas mesclado com arranjos eletrônicos e até góticos. Sempre apresentando uma vocalista convidada, essa formação lançou três álbuns "Saviour", "Lights Out" e "Planetary Confinement", pouco depois Duncan abandona a banda pra dar atenção a outro projeto pessoal. Sendo assim, Mick resolve convocar o atual guitarrista do Anathema, Danny Cavanagh, e em parceria com ele lança o clássico "Leaving Eden". E desse álbum falaremos agora.

Em outras palavras, o Antimatter me lembra de início o que seria o Pink Floyd se adicionássemos um pouco mais de ácidos e aumentássemos o volume da guitarra do David Gilmour. Danny aqui nos entrega solos inspirados que arrepia até os mais fortes, como na inesquecível "Redemption". E o que só colabora para a ambientação da música do Antimatter é o vocalista Mick Moss. Na sua voz grave, melancólica e palavras vociferadas lentamente com o andamento da música, só nos causa ainda mais arrepios, bons arrepios.

"Leaving Eden" é um álbum maravilhoso, os destaques vão para "Ghosts", "Fighting For a Lost Cause" e "Conspire" que mostram o lado acústico e de instrumental belíssimo e inesquecível. "Leaving Eden" e "Another Face In a Window", representam o lado mais denso e pesado do álbum, desesperado e único. Essa é a tendência de "Leaving Eden", são sempre dois lados, a da melancolia da voz de Mick Moss e do grito de dor quando surge a parte da guitarra elétrica de Danny Cavanagh. A maravilhosa "The Immaculate Misconception" exprime bem o que digo. 

Para você que curte um bom rock progressivo, e mais do que isso, com um lado dark e com cada palavra e acorde tirado do coração, corra atrás dessa banda e desse álbum especificamente. "Leaving Eden" é um daqueles álbuns de cabeceira pra dias específicos, dias chuvosos; dias de pensamento distante com a chuva caindo na janela. 

Line-Up
Mick Moss (Vocal e Letras)

Participações:
Danny Cavanagh (Guitarra e Piano),
Ste Hughes (Baixo)
Rachel Brewster (Violino)
Chris Phillips (Bateria)

Tracklist
  1. "Redemption"
  2. "Another Face in a Window"
  3. "Ghosts"
  4. "The Freak Show"
  5. "Landlocked"
  6. "Conspire"
  7. "Leaving Eden"
  8. "The Immaculate Misconception"
  9. "Fighting for a Lost Cause"

Estudante de publicidade, formado em nerdices em geral, pós graduado em Netflix, e phD em piadas idiotas. Gasto dinheiro em comida e com livros que não tenho tempo pra ler.

Voltando
Next Post »
Comentários
0 Comentários
0 Comentários