Animação: Batman x Terminator

Muita gente conhece (e se você não conhece, vale a pena conhecer) a HQ dos anos 80 escrita por Frank Miller "O Cavaleiro das Trevas", aonde narra, entre outras coisas, a luta histórica de Batman contra o Superman - história da qual o vindouro filme com o polêmico Ben Affleck na pele do Homem Morcego para 2015 se baseia. Nesse cenário, como disse, o Batman volta da aposentadoria para lutar com o poder mundial do Superman. Mas se ao invés disso, inseríssemos o personagem num cenário apocalíptico bem interessante? Esse cenário é o futurista Exterminado do Futuro, que o Homem Morcego sobrevive graças à sua batcaverna ao holocausto nuclear feito pela Skynet.

Ao que a animação independente de pouco mais de 4 minutos indica, ela terá uma continuação. Mas nem precisa muito para ver o gancho enorme e criativo de fazer um crossover entre os dois personagens, pois dado a aura sombria e realista do Batman, seria muito interessante o ver nessa atmosfera futurista. 

Nem que seja numa série animada de alguns episódios, fiquei curioso pra saber como seria o resultado disso. Isso precisa ser feito já!

“30 anos se passaram desde que Bruce Wayne sobreviveu ao holocausto nuclear criado pela Skynet em 1997. Os demônios de ferro agora dominam o planeta. Sem a necessidade de defender os inocentes contra o crime a injustiça, Wayne tem procurado refúgiu no abrigo anti-bombas que salvou a sua vida: A Batcaverna.

Na procura por alimentos nas terras condenadas, ele descobriu um rádio de um soldado morto. Onde havia estática sobre uma frequência. Carne e sangue estava surgindo no oeste.

Munido apenas de um colete a prova de bomba reformulado e seu Stinger, veículo de controle de distúrbis civís que ele construiu antes do apocalipse, Batman cruza o que restou dos Estados Unidos para unir forças com um homem determinado em acabar com a ameaça robótica
– John Connor.”





Entre tantas coisas que eu penso, na verdade, não tem nada melhor na vida do que meus heróis, um bom rock n' roll, cerveja, fritas, e um bom papo com uma boa companhia.

Voltando
Next Post »
Comentários
0 Comentários
0 Comentários