A triste vida do Harry Potter

quarta-feira, julho 15, 2015

É batata, na grande maioria das vezes quado uma criança prodígio se destaca na televisão e no cinema principalmente ou mesmo um ator faz diversos filmes interpretando o mesmo personagem, por mais que tente, nunca mais consegue se desvincular do personagem que fez por tantos anos. Macauley Culkin é o maior exemplo, afinal, ele deixou de ser fofo. Mas claro que temos grandes exceções, pois isso depende muito do talento do artista e das escolhas que ele resolve tomar pra sua carreira, mas é inegável que esse rótulo os perseguem se eles não fizerem nada relevante depois da bonança. 

É como um artista ser obrigado a tocar a música que o alçou ao estrelato por toda a carreira sequer deixando-a de tocar por um show. Uns levam numa boa essa obrigação, outros não como Kurt Cobain.

Robert Downey Jr. será pra todo sempre o Homem de Ferro, Hugh Jackman será pra sempre o Wolverine, Robert Pattinson será pra sempre o Edward e Daniel Radcliffe será pra todo o sempre o Haroldo Porteira ou Harry Potter para os íntimos. Ninguém sabe o nome dele, ele é o Harry Potter.


Tadinho...


Postado por André Prado
Estudante de publicidade, formado em nerdices em geral, pós graduado em Netflix, e phD em piadas idiotas. Gasto dinheiro em comida e com livros que não tenho tempo pra ler.

Você pode curtir também

0 comentários