A triste realidade de quem trabalha com games

quinta-feira, setembro 10, 2015

Por mais puritano que você seja e por mais lúdica que seja sua imaginação e suas crenças, a dura realidade é que a indústria dos games é uma indústria como qualquer outra, que faz investimentos e busca retorno como qualquer outra área midiática, como o cinema por exemplo. Eles precisam produzir para nós consumirmos, e prova disso é que somos inundados todo ano pelos Call of Dutys, Assassin's Creeds, e FIFAs da vida... Ou você acha mesmo que o fato da EA ou a Ubisoft lançarem versões dos mesmos jogos anualmente passa por uma real questão de incremento e novidade? 

Assim como nós trabalhadores mortais, os testadores e programadores de jogos tem sim uma rotina dura de horas e horas em frente ao computador em busca de metas de produção. Tudo é marketing no final das contas, Não é tão legal como parece testar uma fase ou um trecho do jogo repetidas vezes, ou mesmo o pessoal poderoso lá de cima mudar o final que você batalhou tanto para ver no resultado final da sua criação mór.



Via Dorkly

Postado por André Prado
Estudante de publicidade, formado em nerdices em geral, pós graduado em Netflix, e phD em piadas idiotas. Gasto dinheiro em comida e com livros que não tenho tempo pra ler.

Você pode curtir também

0 comentários