Saiba quais as emoções que não entraram na versão final de Divertida Mente

Creio que ao sair do cinema você tenha saído plenamente satisfeito com o que viu em Divertida Mente e que a Alegria, a Tristeza, o Nojinho, a Raiva e o Medo tenham sido as melhores e as mais óbvias escolhas pra representar o psique humano que a Pixar resolveu tratar. Contudo, logo depois de você pensar isso, acredito que como eu, você tenha imaginado que outras emoções poderiam muito bem serem adicionadas a essas cinco emoções básicas, pois no fundo, você se julga e julga os seres humanos como "máquinas" muito mais complexas do que simplesmente formadas de alegria, tristeza, medo, raiva e nojinho (o que mostra como a Pixar foi simplesmente magnífica em tratar um assunto tão complexo de uma forma tão simples e sensível como foi).

Em recente entrevista ao jornal USA Today, o criador da animação Pete Docter revelou partes do processo de criação de Divertida Mente (Inside Out) e que várias ideias e esboços foram jogados fora para chegar ao resultado que você viu na telona:  

"Quando o filme está terminado, você olha para os personagens e diz: 'claro que essas são as emoções'. Mas tentamos várias coisas até chegarmos ao resultado final que você vê na tela"(...) "Lembro de sentar na minha cadeira e pensar: 'Ok, preciso fazer uma ligação. Quais emoções seriam apropriadas para a história dessa garota?' E foi assim que chegamos às cinco emoções finais"

Para os curiosos de plantão, vale dar uma conferida do que poderia ter sido o Divertida Mente através desses esboços, atestando de que poderiam ter sido bem carismáticos, mas que talvez esses personagens não tenham sido tão precisos no que o filme se propunha a ser comparado à aquelas emoções que vimos no resultado final. Além de claro, o amor não fazer lá muito sentido... Mas ah, ele não faz mesmo... =D

Estudante de publicidade, formado em nerdices em geral, pós graduado em Netflix, e phD em piadas idiotas. Gasto dinheiro em comida e com livros que não tenho tempo pra ler.

Voltando
Next Post »
Comentários
0 Comentários
0 Comentários