Tenha cuidado com o que o Facebook te deixa ver

Hoje o mundo precisa de dinamismo. Na verdade somos a "geração do ontem". Precisamos de praticidade, de agilidade, de fluidez; e os serviços da internet sabendo disso cada vez se esforçam cada vez mais em proporcionar esse conforto aos seus usuários cada vez mais exigentes, como eu e você. Mas nem é preciso muita atenção pra perceber. Quantas vezes já visitamos um site de compras e após voltarmos ao nosso site predileto de noticias, os anúncios do site em que estávamos estão lindos em formato de banner na frente de nossos olhos nos chamando de volta para comprar. E você já prestou atenção em como nosso serviço de previsão do tempo, sempre muito prático, nos dá a nossa localização? Todos sabem aonde estamos a todo o momento.

E o Facebook então? Lá é aonde passamos cada vez mais tempo da nossa vida e o esforço do Mike Zuckerberg é justamente te prender cada vez mais lá oferecendo absolutamente tudo o que você precisa. Mas já se atentou ao seu feed de noticias? De tempos em tempos o Facebook libera algoritmos para selecionar postagens mais de acordo com os seus gostos pessoais, como ver mais gatos que cachorros ou mais azul do que vermelho saca? Assim como o Google já faz a muito tempo e mesmo os anúncios da internet fazem ao trazer ofertas de acordo com o nosso gosto.

Inegavelmente a praticidade que tais serviços nos trazem é reconfortante e indispensável, mas a que custo? E esse custo é de caírmos diariamente nos "filtros-bolha", que com a premissa de tornar a navegação mais confortável, abre mão do senso crítico em vermos e lermos o que não queremos ver mas gostaríamos de saber, algo que nos âmbitos da política e da democracia é péssimo e polariza cada vez mais as opiniões em massa. E essa é a ideia que Eli Parisier tenta nos argumentar através dessa palestra no TED.

Assista!

Estudante de publicidade, formado em nerdices em geral, pós graduado em Netflix, e phD em piadas idiotas. Gasto dinheiro em comida e com livros que não tenho tempo pra ler.

Voltando
Next Post »
Comentários
0 Comentários
0 Comentários