O que passa pelos meus fones #138 - Metallica

Primeiramente é bom esclarecer a tolice pela 55256ª vez de que o Metallica voltará às raízes. Não, ninguém volta atrás no que é e nem a própria banda prometendo isso será 100% verdadeiro, pois o máximo que conseguirão fazer é pegar influências daquela época, no caso dos anos 80, e aplicar ao que estão fazendo hoje em dia. Somos assim e é estupidez obrigar alguém a ser dessa forma, me fazendo acreditar que o preconceito é gerado pela expectativa não atendida dos chorões trevosos.

Cada música lançada do Metallica causa essa discussão chata e furada que me faz ouvir fãs dizendo que tal música é sem graça porque "falta isso ou aquilo" como se o nome Metallica fosse uma maldição. A verdade é que "Moth Into Flame" (como a anterior "Hardwired"), baseada no parágrafo passado, é sim uma volta às raízes, mas como continuação natural do que seria "...and Justice For All" misturado com "Reload" num movimento que me parece mais natural do que a raiva fabricada que vimos em "Death Magnetic" e isso pra mim significa muito mais... sinceridade.

É paulada neles e paulada do Metallica na orelha!

Entre tantas coisas que eu penso, na verdade, não tem nada melhor na vida do que meus heróis, um bom rock n' roll, cerveja, fritas, e um bom papo com uma boa companhia.

Voltando
Next Post »
Comentários
0 Comentários
0 Comentários