Não seja chato, todos estamos presos em uma rotina


"Precisamos nos tornar úteis"

Essa máxima absoluta é o cerne por trás da existência de nossos sistema que premia cada um pelo seu esforço empregado. A ideia de cada um fazer tudo por si antes dos tempos do feudalismo foi derrubada pelo desejo do ser humano de prosperar e da necessidade de ligação entre uma pessoa e outra, quer dizer, não só emocional, mas a ideia de que somos mais fortes juntos. Ou como sua avó dizia "duas cabeças pensam melhor que uma".

Precisamos nos sentir úteis porque necessitamos de que alguém precise e admire o que gostamos de fazer; precisamos ser úteis para apostar mais em nós mesmos.

O curta abaixo Vicious Cycle usa muito do que Westworld abordou ano passado sobre a cada vez mais pertinente mecanização do ser humano, já que muitas vezes não temos a noção exata da realidade.

Acordar, olhar pro celular, se arrumar, tomar café, trabalhar, checar as redes sociais, trabalhar mais um pouco, voltar pra casa, checar de novo as redes sociais, dormir; nesses meios tempos, comer, e revisitar todo esse círculo continuamente.

Penso que a vida é um acumulado de histórias ocasionais e experiências tediosas, e por mais que essa rotina seja mecanizada (porque precisa ser assim), ela precisa existir e é nosso papel não nos deixar nos deixar seguir esse caminho unicamente, sermos mecanizados e descartáveis

A mesmice é até boa, ela indica que você poderá ser útil amanhã, e como uma mãe chata, nos força a continuar a vida quando não queremos. E por mais que hoje em dia nós demonizemos nossa rotina, necessitamos dela para sobreviver.

Talvez o segredo seja separar sonho, vontade e satisfação, afinal, você pode estar muito bem satisfeito aonde está (mesmo que esse não seja o emprego do seu sonho), ter a vontade de jogar tudo pro alto quando essa rotina te entedia e te empurra pro sonho de sumir - imitando o que seu amigo fez e a internet ensinou que devemos sair em mochilão pela Europa atrás de experiências para termos uma vida que valha a pena ser vivida -, mas seguir prazerosamente essa trilha. Tudo ao mesmo tempo agora.

Esse é o segredo, transformar o mundo real - não aquele que as pessoas a cada turno fazem algo de diferente -, em algo prazeroso de se viver por mais chato que seja às vezes.


Vi o vídeo no Amigos do Fórum

Entre tantas coisas que eu penso, na verdade, não tem nada melhor na vida do que meus heróis, um bom rock n' roll, cerveja, fritas, e um bom papo com uma boa companhia.

Voltando
Next Post »
Comentários
0 Comentários
0 Comentários