O que passa pelos meus fones #146 - Mr. Big

São quatro pontos a serem esclarecidos.

1. A primeira coisa que chama a atenção é a guitarra de Paul Gilbert. Contando com uma mixagem mais grave (e mais esquisita dependendo do ponto de vista) essa ganhou mais peso e ainda mais protagonismo juntamente com o baixo sempre competente de Billy Sheehan. Os dois são monstros.

2. Como é bom ver Pat Torpey se recuperando. Se você não sabe, em 2014 o baterista foi diagnosticado com mal de Parkinson antes da turnê do álbum "The Stories We Could Tell" sendo substituído por Matt Starr. Lógico, ele se faz presente em "Defying Gravity", mas Pat está também ali segurando as baquetas em "Everbody Needs a Little Trouble" participando de todo esse clima. Uma grande prova de amizade e companheirismo do resto da banda não afastando seu amigo de tudo isso.

3. Eric Martin não envelhece, mas com esse cabelo mais curto parece uma lésbica de 40 anos.

4. Apesar de mais pesado (o que me agradou bastante) "Defying Gravity" continua sendo Mr. Big puro e será lançado dia 7 de julho,

Estudante de publicidade, formado em nerdices em geral, pós graduado em Netflix, e phD em piadas idiotas. Gasto dinheiro em comida e com livros que não tenho tempo pra ler.

Voltando
Next Post »
Comentários
0 Comentários
0 Comentários